No ar
-
Top 10
Terça-feira, 24 de Março, 2020 às 10:08h

Número de casos de violência doméstica aumenta em Curitiba na quarentena, diz polícia

Dados da PM comparam o 1º fim de semana de isolamento, por causa do coronavírus, com o anterior.

O número de casos de violência doméstica aumentou em Curitiba durante a quarentena.

Na sexta-feira (20), no sábado (21) e no domingo (22), que foi o 1º fim de semana de isolamento recomendado pelas autoridades de saúde para a prevenção do coronavírus, o número de casos cresceu na comparação com o fim de semana anterior.

De acordo com a Polícia Militar (PM), foram 217 casos. Entre os dias 13 e 15 de março, tinham sido 189.

“Com a orientação para que as pessoas fiquem nas suas residências, o número de ocorrências entre as pessoas em casa, como briga entre marido e mulher, briga entre irmãos, tem aumentado muito. É natural que com tudo o que está acontecendo, as pessoas estejam estressadas. Algumas ingerem bebida alcoólica , e isso acaba gerando uma ocorrência policial, e a Polícia Militar é acionada para fazer frente a mais esse problema”, afirmou o comandante da PM, o coronel Hudson Teixeira.

Outras ocorrências
Os casos de perturbação de sossego tiveram uma queda, também na capital paranaense.

Foram 1.112 casos entre 13 e 15 de março; enquanto entre os dias 20 e 22, foram 972, ainda segundo a PM.

A PM atendeu 460 casos de risco de contágio à moléstia grave entre 20 e 22 de março.

Orientação
A PM tem usado carros com mensagens para informar a população da importância de ficar em casa.
Além disso, em determinadas ocorrências, quem desrespeitar a recomendação de evitar aglomerações, pode ser detido e encaminhado para uma delegacia.

Casos de coronavírus no Paraná
O Paraná, conforme o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na segunda-feira (23), tem 60 casos confirmados do novo coronavírus – 34 são em Curitiba.

Há ainda 1.519 casos suspeitos do novo coronavírus em todo o estado.