Carregando o site.. Por favor aguarde. 
No ar
Renata Kiara
Rádio Escuta
Segunda-feira, 09 de Abril, 2018 às 10:54h

Mesmo com queda na taxa média em março, juros do cartão de crédito chegam a 323% ao ano, diz Anefac

A taxa de juros média para pessoa física apresentou redução de 0,41% e ficou em 7,3% em março; nas operações de cartão de crédito, houve alta de 0,79%, chegando a 12,77% ao mês (322,98% ao ano).

As taxas de juros média das operações de crédito voltaram a cair em março, após terem a primeira elevação em fevereiro, interrompendo 14 quedas seguidas. No entanto, de todas as seis linhas pesquisadas, a do cartão de crédito foi a única que apresentou alta. A pesquisa foi feita pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade (Anefac).

A taxa de juros média geral para pessoa física apresentou redução de 0,41% no mês (0,59% em 12 meses), passando de 7,33% ao mês (133,7% ao ano) em fevereiro para 7,30% ao mês (132,91% ao ano) em março. É a menor taxa de juros desde janeiro

Segundo a entidade, o resultado pode ser atribuído à redução da taxa básica de juros (Selic) pelo Banco Central, que caiu para 6,5% ao ano no mês passado, à expectativa de nova redução ante uma inflação menor e à melhora no cenário econômico, que reduz a inadimplência.

No entanto, nas operações de cartão de crédito, houve uma elevação de 0,79%, passando de 12,67% ao mês (318,50% ao ano) em fevereiro para 12,77% ao mês (322,98% ao ano) em março. É a maior taxa desde novembro de 2017 (12,89% ao mês – 328,42% ao ano).

As demais cinco linhas de crédito pesquisadas reduziram as taxas de juros no mês (cheque especial, juros do comércio, CDC-bancos-financiamento de veículos, empréstimo pessoal-bancos e empréstimo pessoal-financeiras) – veja mais detalhes abaixo.

Cheque especial
Houve uma redução de 0,33%, passando de 12,18% ao mês (297,18% ao ano) em fevereiro para 12,14% ao mês (295,48% ao ano) em março. É a menor taxa desde janeiro (12,12% ao mês – 294,64% ao ano).

Juros do comércio
Houve uma redução de 0,74%, passando de 5,44% ao mês (88,83% ao ano) em fevereiro para 5,40% ao mês (87,97% ao ano) em março. É a menor taxa desde outubro de 2015 (5,35% ao mês – 86,90% ao ano).

Empréstimo pessoal – bancos

Houve uma redução de 2,37%, passando de 4,22% ao mês (64,22% ao ano) em fevereiro para 4,12% ao mês (62,33% ao ano) em março. É a menor taxa desde janeiro (4,10% ao mês – 61,96% ao ano).

Crédito direto ao consumidor – bancos e financiamento de automóveis
A taxa de juros caiu 1,02%, passando de 1,97% ao mês (26,38% ao ano) em fevereiro para 1,95% ao mês (26,08% ao ano) em março. É a menor taxa desde janeiro de 2015 (1,90% ao mês – 25,34% ao ano).

Empréstimo pessoal – financeiras
A taxa de juros teve redução de 1,07%, passando de 7,50% ao mês (138,18% ao ano) em fevereiro para 7,42% ao mês (136,06% ao ano) em março. É a menor desde janeiro de 2015 (7,40% ao mês – 135,53% ao ano).

Pessoa jurídica
Das três linhas de crédito pesquisadas, todas foram reduzidas no mês. A taxa de juros média geral apresentou redução de 1,2% no mês (1,47% em 12 meses), passando de 4,16% ao mês (63,08% ao ano) em fevereiro para 4,11% ao mês (62,15% ao ano) em março. É a maior taxa de juros desde agosto de 2015.

Perspectivas
Para a Anefac, ainda que as taxas de juros das operações de crédito continuem elevadas, com a melhora do cenário econômico e o menor risco de crédito, a tendência é que haja redução nos próximos meses.