Segunda-feira, 15 de Abril, 2019 às 17:01h

Incêndio atinge Catedral de Notre-Dame em Paris e parte da estrutura desaba

Estátua da Catedral de Notre-Dame é vista diante de torre em chamas durante incêndio em monumento histórico de Paris

Um incêndio de grandes proporções atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, por volta das 13h50 de hoje no horário de Brasília (18h50 na França). Os bombeiros ainda trabalham para conter o fogo. Não há informações sobre feridos.

Segundo o jornal francês Le Figaro, uma estrutura da catedral de formato semelhante a uma flecha, que estava em obras, desabou devido ao incêndio.

Essa torre havia sido construída em 1860, quando substituiu a primeira, em 1792, que ameaçava cair. Com 93 metros, ela era formada por 500 toneladas de madeira e 250 toneladas de chumbo.

O fogo se iniciou na parte superior da construção, mas já tomou também a fachada.

“Da estrutura que sustenta o teto [da catedral], que data do século 9 de um lado e do século 13 do outro, não restará nada”.

Ainda não se sabe o que causou o incêndio, mas os bombeiros acreditam que a reforma que acontece na catedral pode ser a razão.

As autoridades tratam o episódio como “acidente” e descartam, até o momento, a possibilidade de atentado terrorista.

O arquiteto Philippe Villeneuve, que coordena as obras de reforma da catedral, disse ao jornal Le Parisien que está em choque. “Estou chorando. Não consigo imaginar um desastre como este”, afirmou.

O arquiteto disse que quando o incêndio teve início não havia mais operários trabalhando.

As labaredas e a fumaça escura podem ser vistas ao longe na capital parisiense — a catedral está localizada no centro de Paris.

Monumento mais visitado da Europa, Notre-Dame recebe cerca de 20 milhões de visitantes por ano — quase três vezes o número de turistas que o Brasil recebe anualmente.

A polícia isolou a área e retirou os muitos turistas que estavam dentro da catedral.

Nas redes sociais, a polícia de Paris pediu que os cidadãos evitem a área e facilitem a passagem de veículos de emergência.